Zap Móveis

Yoga para iniciantes: veja benefícios e dicas para começar

Spread the love

Como anda a sua rotina de autocuidado em meio à correria do dia a dia? Nem sempre dá para reservar um tempinho para si mesmo, mas é necessário para manter o bem-estar físico e mental. Para te ajudar nessa, o ZAP&Zen voltou com uma série de vídeos sobre yoga para iniciantes

Em parceria com a professora Beatriz Vieira, que pratica yoga desde 2015, a segunda temporada começa com um monte de dicas para quem está querendo começar a praticar yoga em casa e saber um pouco mais sobre o assunto.

Vamos nessa? Confira!

Afinal, o que é yoga?

A maioria deve conhecer o yoga como prática física, vendo movimentos por meio das redes sociais, com pessoas virando de ponta cabeça. Mas, de acordo com Bia Vieira, é muito além disso.

“O yoga vem de uma filosofia que te leva ao autoconhecimento, a observar o seu corpo, controlar a sua mente e entender como você interioriza tudo o que acontece no externo”, disse a professora.

E de onde vem o yoga?

O yoga surgiu na Índia, há milhares de anos. É uma prática em que você promove o bem-estar da sua mente e do seu corpo físico. Através dos exercícios (Asana), é possível ter uma concepção melhor do corpo como um todo.

+ Bem-estar: óleos essenciais e incensos em casa ajudam na saúde

O que é Asana e como funcionam os exercícios?

Asana são diferentes posturas utilizadas pelo yoga para suprimir a atividade intelectual. Por isso, é o momento ideal para deixar sua mente livre de todas as preocupações.

Essa prática física contempla algumas vertentes. Confira abaixo:

  • Hatha Yoga: a prática original e mais usada na índia, se fundamenta na postura e permanência. É uma meditação ativa, em que você entra na postura e observa a sua respiração e corpo físico, a fim de deixá-lo confortável.
  • Vinyasa: uma prática mais fluida, onde os movimentos se interligam com a respiração e formam um flow.
  • Ashtanga: sequências fixas onde o praticante desenvolve a mesma rotina. Também é uma forma de trazer conexão, porque a mente se molda na sequência e não buscar conexões externas.
  • Yoga restaurativo: aqui, você para em uma postura com ajuda de utensílios próprios para a prática, que te ajudam a organizar o corpo e a mente.

É importante ter o contexto da meditação

“A prática física, sem a consciência da mente, não é nada além de um exercício. Para ser considerada uma prática de yoga, é necessário a meditação acontecer. A gente tem muito na mente que a meditação é aquela postura de sentar, não pensar em nada e acalmar, e que é muito difícil. Quando a gente fala de meditação, nada mais é do que olhar para dentro e se conectar com a sua presença”, disse Bia. 

De acordo com Bia, dentro da prática de asana, é importante ter o contexto da meditação. Ou seja, prestar atenção no que você está fazendo, mas, principalmente, olhar para a sua mente. 

“O yoga nada mais é do que uma prática física e mental, para que você consiga acalmar a mente, respirar com tranquilidade, e dentro de todos os desafios do dia a dia, que você tenha um momento para olhar para dentro. Para olhar para você”, falou.

Quer saber mais? Continue acompanhando a segunda temporada no YouTube do ZAP, semanalmente. Confira abaixo o primeiro vídeo completo da Bia para o ZAP&Zen!

E você, o que falta para começar a praticar algo que te faça bem? Se for um espacinho a mais em casa, o ZAP imóveis pode te ajudar! São mais de 6 milhões de opções e diversos filtros para você.

Mais lidas

Leia Mais

Mais vistos

Mais lidas