Zap Móveis

Ilha de Paquetá: conheça os encantos desse refúgio no Rio de Janeiro

Spread the love

A Ilha de Paquetá é um verdadeiro refúgio localizado na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, conhecida por seu charme único e atmosfera tranquila.

Com suas ruas arborizadas, praias serenas e um ambiente praticamente livre de carros e recheado de bicicletas, a Ilha de Paquetá oferece um cenário de tempos antigos, com ruas de terra cheias de charme.

Para atrair visitantes, a Ilha oferece atrações culturais e turísticas, mas sem perder o encanto de uma cidade do interior.

A simpática ilha tem pouco mais de 1,2 mil metros quadrados e, na verdade, é a principal do arquipélago de mesmo nome. Algumas das ilhas que fazem parte são Comprida, do Brocoió, Itapacis, dos Ferros e Redonda.

Neste artigo, vamos explorar os encantos desse pedacinho encantador da Baía de Guanabara, desde sua história e cultura até as oportunidades de lazer que ela oferece. Confira!

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre a cidade do Rio de Janeiro

A história da Ilha de Paquetá

A Ilha tem uma rica história que remonta aos tempos pré-coloniais. Antes da chegada dos europeus, o local era habitado pelos indígenas Tamoios, que chamavam a região de “Paquetá”, que significa “muitas pacas” em Tupi, referindo-se à abundância desse animal na ilha.

A região foi ocupada pelos franceses ainda antes da fundação da cidade do Rio de Janeiro e ganhou ainda mais notoriedade por ter sido um refúgio do Rei de Portugal, Dom João VI, no período em que a família real visitou o Brasil, e abrigou José Bonifácio, conhecido como o Patriarca da Independência.

Ainda na época do Império, um dos fatores que ajudou a popularizar a região foi o funcionamento regular da linha de barcas a vapor.

Durante a Revolta da Armada – um movimento de rebelião promovido por unidades da Marinha do Brasil contrárias aos primeiros governos republicanos do país, em 1893 – a Ilha de Paquetá foi ocupada pelos marinheiros sublevados.

E, graças a sua importância, desde 1999, a Ilha de Paquetá foi transformada em Área de Proteção do Ambiente Cultural.

Qual a população da Ilha de Paquetá?

O local que tem a menor população no estado do Rio de Janeiro é a Ilha de Paquetá, com 3.486 habitantes, segundo o Censo de 2022 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Onde fica a Ilha de Paquetá

A Ilha de Paquetá fica localizada no interior da Baía de Guanabara, no bairro Paquetá, na região central do Rio de Janeiro.

A ilha está dividida em duas regiões:

  • O Campo, no fundo da Baía de Guanabara; e
  •  A Ponte, que fica voltada para o Rio de Janeiro e marca a entrada da Baía.

Segundo reportagens, essa subdivisão é super importante para a cultura local e influencia até na rivalidade entre times de futebol e blocos de carnaval.

Como chegar na Ilha de Paquetá

A única forma de chegar até a Ilha de Paquetá é através de barcas, já que lá não entram carros nem motos.

As barcas partem do cais da Praça XV, no Centro do Rio de Janeiro. O tempo da viagem gira em torno de 60 minutos e sua tarifa custa a partir de R$7,70.

Vale destacar que é possível transportar bicicletas gratuitamente nas barcas, mas a quantidade de bicicletas transportada está sujeita à capacidade da embarcação. Caso não queira levar a própria bicicleta, é possível alugar o transporte ao chegar na ilha.

Confira o site para saber mais sobre os horários e as tarifas das barcas.

O que fazer na Ilha de Paquetá

Conhecer as praias

Após passarem por um período de revitalização, as praias de Paquetá estão liberadas para banho novamente.

Se está pensando em conhecer a Ilha, não pode ficar de fora do seu roteiro:

  • a Praia da Moreninha, que ganhou esse nome devido à inspiração gerada para o clássico da literatura brasileira A Moreninha, escrito por Joaquim Manuel de Macedo;
  • a Praia José Bonifácio, que fica de frente para a Ilha de Brocoió; e
  • a Praia da Imbuca, que atrai banhistas e pescadores.
Foto: Renato Meireles

Explorar seus pontos turísticos

Alguns pontos turísticos merecem toda a sua atenção numa visita à Ilha de Paquetá. São eles:

  • Pedra da Moreninha, que foi tombada por sua importância cultural para a cidade. O monumento natural é mencionado no romance Joaquim Manoel Macedo, A Moreninha, como o local onde a personagem Ahy derramou suas lágrimas;
  • Igreja do Senhor Bom Jesus do Monte, que foi construída no século XVIII e é a igreja matriz da paróquia de Paquetá. Seu interior possui estilo neo-gótico.
  • Casa de José Bonifácio, local que foi a residência onde viveu o “Patriarca da Independência”, José Bonifácio, e que hoje abriga um museu muito bem recomendado pelos visitantes;
  • Cemitério dos Pássaros: um espaço único e especial, onde moradores da comunidade enterram seus pássaros de estimação;
  • Parque Darke de Mattos, um lindo espaço verde com árvores centenárias, jardins e mirantes. Do parque, é possível ter uma vista panorâmica da Baía de Guanabara;
  • Praça Pintor Pedro Bruno, onde destacam-se as obras do artista que deu nome ao local, como o projeto paisagístico, o bebedouro de pedra e as colunas cobertas de bougainvilles.

Pescar e praticar esportes aquáticos

Em muitos locais da Ilha de Paquetá, é possível pescar e praticar esportes como caiaque e stand-up-paddle.

Conclusão

A Ilha de Paquetá virou uma opção para quem quer fugir do agito do Rio de Janeiro sem ter que ir muito longe.

O que também vem atraindo a atenção dos novos moradores é a melhoria da infraestrutura da ilha, com respeito ao transporte e ao comércio.

Gostou do conteúdo e ficou com vontade de conhecer um pouco mais sobre a moradia na Ilha de Paquetá? Confira o que está disponível na região

No Zap você encontra os melhores imóveis em Paquetá!

More na Ilha de Paquetá

Os melhores imóveis

No ZAP você encontra
Os melhores imóveis

Rápido e fácil

Na Ilha de Paquetá Ver imóveis

Perguntas frequentes

Qual a população da Ilha de Paquetá?

A Ilha de Paquetá conta com 3.486 habitantes, de acordo com o Censo de 2022.

Onde fica a Ilha de Paquetá

A Ilha de Paquetá fica no interior da Baía de Guanabara, no bairro Paquetá, na região central do Rio de Janeiro.

Como chegar na Ilha de Paquetá

A única forma de chegar até a Ilha de Paquetá é através de barcas, que partem do cais da Praça XV, no Centro do Rio de Janeiro.

O tempo da viagem gira em torno de 60 minutos e a tarifa custa a partir de R$7,70. 

O que fazer na Ilha de Paquetá

Alguns lugares que você pode conhecer na Ilha:

  • As praias da Moreninha, José Bonifácio e Imbuca;
  • A Pedra da Moreninha;
  • A Igreja do Senhor Bom Jesus do Monte;
  • A Casa de José Bonifácio;
  • O Cemitério dos Pássaros;
  • O Parque Darke de Mattos;
  • A Praça Pintor Pedro Bruno.

Mais lidas

Leia Mais

Mais vistos

Mais lidas