Zap Móveis

Zona Sul do RJ: um guia pelos bairros, pontos turísticos e história

Spread the love

A Zona Sul do Rio de Janeiro é uma área que une história, cultura, beleza natural e entretenimento.

E neste texto, apresentamos a você a geografia da região e dos seus principais bairros, além de te guiarmos pelos encantos e características singulares deste lugar especial do Rio.

Vamos nessa?

A história da Zona Sul do Rio de Janeiro

A história da Zona Sul do Rio de Janeiro começa em 1927, quando o termo apareceu pela primeira vez no jornal de bairro Beira-Mar, criado em Copacabana, que chegou a circular internacionalmente. 

Segundo a geógrafa Elizabeth Dezouzart Cardoso, a reportagem focava em problemas da região, como  a falta de saneamento, a propagação de doenças e os planos da prefeitura para melhorar as condições de vida. 

Pouco tempo depois, um texto sobre a futura abertura do Corte do Cantagalo mencionava a “expansão da zona sul, onde os terrenos estão se valorizando de forma incrível”. 

Segundo a pesquisadora, o termo só seria amplamente difundido em 1940, através do jornal de grande circulação Correio da Manhã.

Assim, ao longo do tempo, a área passou a ser percebida de maneira predominantemente positiva, associada à beleza e elegância. 

E a popularização das praias de Copacabana, Ipanema e Leblon foi crucial para essa valorização.

Atualmente, a região é marcada por uma intensa urbanização e, ao mesmo tempo, preserva extensas áreas naturais, como o Parque Nacional da Tijuca e o Complexo do Pão de Açúcar.

Mapa da Zona Sul do Rio de Janeiro

O mapa da Zona Sul do Rio de Janeiro reflete visualmente toda diversidade e riqueza do espaço, principalmente sua faixa litorânea que abraça alguns dos bairros mais conhecidos e apreciados da cidade.

Por exemplo, no coração do mapa da Zona Sul do RJ, destacam-se os bairros de Copacabana, Leblon e Botafogo, que se alinham ao longo da costa e tem uma vista espetacular para o mar. 

O Pão de Açúcar, um dos ícones naturais mais reconhecíveis do Rio de Janeiro, também marca presença no mapa da Zona Sul do Rio, destacando-se majestosamente na paisagem. 

Além disso, temos a presença do Parque Nacional da Tijuca, uma vasta área verde que abriga trilhas, cachoeiras e uma rica biodiversidade.

Quais são os bairros da Zona Sul do Rio de Janeiro?

Se você tem interesse em conhecer mais sobre os bairros da zona sul do Rio de Janeiro, aqui entramos em detalhes sobre cada um deles.

Por exemplo, se você tem dúvidas sobre quantos bairros tem a Zona Sul do RJ, já adiantamos que são 18, cada um com suas características únicas. Veja abaixo!

bairros da zona sul do rio de janeiro

Copacabana

Famoso por sua icônica praia em forma de meia lua, Copacabana é um bairro vibrante com uma animada vida noturna, comércio movimentado e uma atmosfera característica.

Ipanema

Conhecido mundialmente graças à música “Garota de Ipanema”, este bairro é renomado por suas praias deslumbrantes, lojas elegantes, restaurantes sofisticados e um ambiente cosmopolita.

Leblon

Considerado um dos bairros mais exclusivos da cidade, Leblon é conhecido por suas ruas arborizadas, praias tranquilas e por abrigar residências de alto padrão.

Botafogo

Localizado à beira da Baía de Guanabara, Botafogo oferece uma mistura de áreas residenciais e comerciais, além de uma vista privilegiada para o Pão de Açúcar.

Laranjeiras

Um bairro residencial que combina charme histórico com uma atmosfera tranquila, Laranjeiras é conhecido pelo Parque Guinle e por abrigar algumas das tradicionais escolas de samba do Rio de Janeiro.

Flamengo

Com uma extensa área verde à beira-mar, o Aterro do Flamengo é um bairro conhecido por sua qualidade de vida, com parques, praças e espaços de lazer.

Gávea

Lar da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o bairro da Gávea tem uma atmosfera acadêmica, além de abrigar o Jardim Botânico e o Planetário.

Leme

Localizado na extremidade de Copacabana, o Leme é conhecido por sua praia tranquila e pela Pedra do Leme, que oferece vistas panorâmicas.

Catete

Marcado por seu charme histórico, o Catete abriga o antigo Palácio do Catete, que já foi a sede do governo brasileiro.

Lagoa

Circundando a Lagoa Rodrigo de Freitas, este bairro conta com uma atmosfera tranquila e belas vistas, sendo palco de diversas atividades esportivas e de lazer.

Jardim Botânico

Além do famoso Jardim Botânico, este bairro é conhecido por suas áreas verdes e ruas arborizadas, proporcionando um ambiente tranquilo.

Humaitá

Com uma combinação de áreas residenciais e comércio, Humaitá é um bairro que oferece diversas opções gastronômicas e culturais.

Urca

Com sua atmosfera tranquila e residencial, Urca é famosa pelo Pão de Açúcar e pela Praia Vermelha.

Vidigal

Situado em uma encosta, o Vidigal oferece vistas deslumbrantes da cidade e do mar, tornando-se um local procurado por turistas e moradores.

Cosme Velho

Conhecido pelo bairro do Catete e pelo famoso Bondinho do Corcovado, Cosme Velho é marcado por sua história e atrações turísticas.

São Conrado

Com sua ampla praia, São Conrado é conhecido pela Pedra da Gávea e por ser um local popular para atividades ao ar livre.

Rocinha

Uma das maiores favelas do Rio de Janeiro, a Rocinha é um bairro dinâmico, com uma comunidade vibrante e vistas impressionantes.

Qual o melhor bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro?

O melhor bairro da Zona Sul do Rio depende dos critérios de cada pessoa. Por exemplo, o Leblon é frequentemente considerado um dos bairros mais exclusivos e luxuosos, mas a escolha pode variar de acordo com preferências individuais.

De acordo com o último levantamento do FipeZap, o Leblon lidera a lista com o metro quadrado mais caro da capital fluminense: R$ 22.654 /m². Ipanema vem logo atrás, com o valor de R$ 21.466 /m² para compra de imóveis na região.

Dentre as opções mais acessíveis da Zona Sul, podemos destacar o bairro das Laranjeiras, onde o metro quadrado custa R$ 10.156 /m², e a Tijuca, que sai por R$ 6.813 /m².

O que fazer na Zona Sul do Rio de Janeiro?

Entre os bairros do Rio, os da Zona Sul são os que mais oferecem atividades emocionantes. Conheça algumas na sequência.

Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa Rodrigo de Freitas é um dos pontos mais encantadores da Zona Sul. 

Rodeada por um calçadão arborizado, ela entrega uma atmosfera tranquila e cênica, ideal para caminhadas, passeios de bicicleta e esportes aquáticos. 

Por ali você pode alugar uma bicicleta ou um pedalinho para explorar as margens da lagoa e desfrutar da paisagem deslumbrante, especialmente ao pôr do sol!

Parque Lage

O Parque Lage é um oásis verde situado aos pés do Cristo Redentor. 

Além de sua exuberante vegetação, trilhas e áreas para piqueniques, o parque abriga a Escola de Artes Visuais. 

E a mansão histórica que domina o local serve como pano de fundo para eventos culturais e exposições de arte. 

Adicione já em sua lista de o que fazer na Zona Sul do RJ: explorar o Parque Lage e aproveitar o melhor da natureza, arte e arquitetura!

Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é um ícone incontestável do Rio de Janeiro, com vistas panorâmicas espetaculares da cidade, da baía e das melhores praias

O passeio de bondinho até o topo é uma experiência emocionante, que proporciona uma visão de 360 graus da cidade maravilhosa. 

A nossa dica é que o Pão de Açúcar é especialmente deslumbrante ao entardecer, quando as luzes da cidade começam a brilhar.

Cristo Redentor

É claro que a uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno não pode ficar de fora das nossas indicações de o que fazer na Zona Sul do RJ. 

A estátua de Jesus Cristo oferece uma vista espetacular da cidade e é um símbolo icônico do Rio de Janeiro. 

O acesso ao local pode ser feito por meio de uma viagem de trem pelo Parque Nacional da Tijuca. 

Garantimos que chegar ao topo e contemplar a paisagem é uma experiência espiritual e visual incomparável!

Seu lar na Zona Sul do Rio está a um clique de distância. 

Conclusão

Neste texto, mostramos a você como a Zona Sul do Rio de Janeiro é uma região repleta de experiências enriquecedoras. 

Desde a encantadora Lagoa Rodrigo de Freitas, que proporciona momentos serenos e vistas deslumbrantes, até o imponente Cristo Redentor no topo do Corcovado, cada local na Zona Sul do RJ conta uma história única.

Não é à toa que tantas pessoas procuram por imóveis para alugar na área , para aproveitarem diariamente o melhor que o local tem para oferecer. 

E ao longo desta leitura, nos dedicamos a explorar os bairros deste território, cada um com sua personalidade e atrações singulares, e mergulhar na essência multifacetada da Zona Sul. 

Como você viu, seja nas praias animadas de Copacabana, nas ruas elegantes do Leblon, ou nos recantos históricos de Laranjeiras, a diversidade cultural e geográfica do ambiente é evidente. 

Assim, a Zona Sul do Rio de Janeiro se firma como um ótimo destino turístico, mas também como um dos melhores lugares para morar no Rio de Janeiro.

Perguntas frequentes sobre a Zona Sul do Rio de Janeiro

Como se divide a cidade do Rio de Janeiro?

O Rio de Janeiro está dividido em 163 bairros, organizados em 33 regiões administrativas e sete subprefeituras.

Quais são os pontos turísticos da Zona Sul do Rio de Janeiro?

Os pontos turísticos da Zona Sul do Rio de Janeiro são o Cristo Redentor no Corcovado, o Pão de Açúcar, praias famosas, como Copacabana e Ipanema, Parque Lage, a Lagoa Rodrigo de Freitas e o bairro histórico de Laranjeiras.

Qual é a zona mais rica do Rio de Janeiro?

A zona mais rica do Rio de Janeiro é a Zona Sul, com bairros como Leblon, Ipanema, Lagoa, Jardim Botânico, Gávea e São Conrado. Neste cenário, o Leblon, em particular, é considerado o bairro mais rico da região.

Como chegar na Zona Sul do Rio de Janeiro?

Para chegar à Zona Sul do Rio de Janeiro usando transporte público existem diversas linhas de ônibus, como 432, 457, 473, 483, 558 (INT6) e 740D. Além disso, o Metrô, nas linhas L1 e L4, dão acesso a pontos-chave da Zona Sul.

Mais lidas

Leia Mais

Mais vistos

Mais lidas