Saiba como não errar no cantinho de estudo para crianças

Cantinho de estudo para crianças

A pandemia levou toda a lição para a casa. Os estudantes passam longo tempo diante de um computador, com aulas on-line. E para que esse período não se transforme em estresse para os pequenos, é necessário o mínimo de conforto. Um cantinho de estudo para crianças precisa ter a cadeira correta, luminosidade agradável e um ambiente que favoreça a concentração.  

A designer de interiores Linda Cris Araújo, do escritório Maraú Design, diz que um cantinho de estudo para crianças precisa, primeiramente, de itens básicos, como uma mesa ou escrivaninha, cadeira confortável e espaço para guardar livros e cadernos. 

Adolescente em uma mesa de estudos com espaço para notebook, livros porta-lápis, entre outros materiais

“Sem muitos atrativos para que a criança não disperse a atenção durante os estudos. Apostar em cores neutras, que não sejam cansativas, boa iluminação e móveis confortáveis farão diferença nesse momento”, explica Linda.  

A arquiteta Ana Rozenblit, do escritório Spaço Interior, acha que o mais importante é a organização. Segundo ela, o cantinho de estudo para crianças não precisa ser um espaço grande, mas o ideal é pensar na funcionalidade, de acordo com as necessidades que a criança possui naquele momento. 

“Deve ser multiuso: organizado para os estudos, mas também tem que estimular outras atividades, de uma maneira que possa usar o espaço sem ter que tirar tudo. Precisa ser funcional e não apenas bonito”, detalha Ana.  

Uma dica é prestar atenção na altura de cadeiras e mesas, a criança sempre deve encostar os pés no chão para o conforto. O ideal são cadeiras que tenham regulagem de altura. Já a mesa, pode ir trocando de tamanho conforme a criança for crescendo. 

Evitar distrações é importante 

O quarto é um bom ambiente para fazer o cantinho de estudo para crianças e não bagunçar outros locais da casa. Porém, cada família pode fazer a adaptação de acordo com a sua realidade. Se a opção for a sala, é importante evitar atividades ao redor que atrapalhem o estudante.  

“As telas, hoje, são o grande problema de distração para as crianças. Evitar ter televisão por perto, ou, caso seja inevitável, criar uma rotina em que a hora do estudo seja específica para isso”, orienta Linda. 

Mesa com os materiais que um cantinho de estudos precisa

Ana cita a importância de mudar de local na hora da alimentação. “Até porque pode cair bebida ou comida no notebook e estragar. A criança também pode fazer corpo mole ao comer. Então, o correto é não fazer lanche no local de estudo. Separar as duas coisas já ensina a criança a ser mais organizada”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais vistos

Mais lidas