Zap Móveis

O que é contrato built to suit?

Mulher mostrando contrato
Spread the love

Quem tem uma empresa e está procurando um imóvel comercial para alugar precisa saber o que é contrato built to suit. Essa prática está se tornando cada vez mais comum no Brasil, já que traz muitos benefícios tanto para o locador quanto para o locatário. 

Built to suit é um termo em inglês que significa “construído para servir”. Isso porque, nesses casos, a propriedade é construída ou reformada considerando as necessidades do futuro inquilino. Por isso, esses contratos de locação possuem regras diferentes para deixar o locador e o locatário mais protegidos. 

O que é built to suit?

Se você se pergunta o que é buit to suit, saiba que esse termo se refere a um contrato de locação de imóveis comerciais que foram preparados para receber um inquilino em específico.

Na locação built to suit também é comum que um imóvel seja construído do zero para atender às necessidades do futuro inquilino. Esse tipo de contrato costuma ser muito utilizado por empresas de médio e grande porte, que precisam ter uma estrutura específica para conseguirem executar suas atividades.

Por conta do alto investimento necessário para preparar uma propriedade para esse tipo, o contrato built to suit é diferente de um contrato de locação convencional. Uma das principais diferenças é o prazo de locação, que pode chegar a 20 anos. 

O que a Lei diz sobre esse tipo de contrato?

No Brasil, esse tipo de contrato é regulamentado pela Lei nº12.744/2012, cujo artigo 54-A dispõe o seguinte: 

“Na locação não residencial de imóvel urbano, na qual o locador procede à prévia aquisição, construção ou substancial reforma, por si mesmo ou por terceiros, do imóvel então especificado pelo pretendente à locação, a fim de que seja locado por prazo determinado, prevalecerão as condições livremente pactuadas no contrato respectivo e as disposições e procedimentos previstas nesta lei.”

Essa lei também determina que, caso o inquilino devolva o imóvel alugado antes do tempo determinado no contrato, ele terá que arcar com uma multa equivalente à soma de todos os aluguéis que teria que pagar até o fim do prazo de locação estabelecido no contrato.

Com esse dispositivo, os proprietários ficam mais protegidos. Isso porque eles tiveram que fazer um grande investimento para adequar o imóvel às necessidades do inquilino. Portanto, se o locatário sair da propriedade antes do prazo estipulado e sem oferecer uma compensação financeira, o locador ficaria no prejuízo.

Quais são as vantagens dessa prática?

Agora que você já sabe o que é built to suit e como essa prática funciona, vamos mostrar quais são os principais benefícios desse tipo de locação. Para o inquilino, uma das principais vantagens é poder usufruir de um imóvel feito sob medida para a empresa dele sem ter que fazer um grande investimento para conseguir isso.

Além disso, as empresas que sabem o que é contrato built to suit e aderem a essa prática podem investir em outros setores essenciais para o desenvolvimento da companhia, como comprar novos maquinários ou contratar profissionais mais especializados.

Mulher falando no telefone olhando papel

Isso porque as empresas que alugam um imóvel que já está adequado às necessidades dela não vão precisar empregar muito dinheiro em um financiamento imobiliário nem vão ter que gastar para reformar uma propriedade para deixá-la adequada às atividades comerciais da companhia.

Já para o proprietário, o principal benefício do contrato bts, ou built to suit, é poder contar com um inquilino por vários anos, já que esse tipo de locação costuma ter um prazo muito extenso.

Quais são as principais desvantagens do contrato built to suit? 

Além de saber o que é contrato built to suit e quais são as vantagens dessa prática, é fundamental conhecer as principais desvantagens desse modelo para saber se vale a pena investir nesse tipo de locação de imóveis comerciais

A principal desvantagem desse tipo de locação para os inquilinos é que, se eles precisarem mudar o endereço da empresa, terão que pagar uma multa que pode atingir valores muito altos, caso ainda falte muito tempo para o término do contrato. 

Já para os proprietários, a principal desvantagem desse modelo de locação é que, após o término do prazo de contrato de locação, eles podem ter dificuldade de alugar o imóvel para outros inquilinos. Isso porque a propriedade foi adaptada para atender as necessidades de uma empresa específica. 

Além disso, assim como ocorre com outros tipos de contrato de aluguel, o proprietário do imóvel não pode pedir que o inquilino devolva a propriedade antes do fim do prazo de locação estabelecido.

Quem pode alugar um imóvel por meio do contrato built to suit?

Se você tem um negócio e ficou interessado em entender o que é contrato built to suit, saiba que esse modelo de locação é exclusivo para imóveis comerciais. Muitas empresas que não querem investir na compra de uma propriedade recorrem a essa prática para conseguir um imóvel adequado às atividades da companhia.

Sendo assim, o contrato built to suit é muito utilizado por médias e grandes empresas, como indústrias e companhias multinacionais, que precisam de espaços específicos dentro do imóvel para realizarem suas atividades comerciais.

Por exemplo, uma indústria que possui um maquinário muito pesado precisa que determinadas salas dentro do imóvel suportem um peso muito elevado. Nesses casos, é fundamental que a companhia ocupe uma propriedade adaptada às necessidades dela.

Contudo, esse modelo de locação também pode ser utilizado por escolas, hospitais ou outros tipos de empresas, desde que essas companhias necessitem ocupar um imóvel com características específicas.

No ZAP tem o imóvel comercial que você precisa

Agora que você já sabe o que é contrato built to suit e como funciona esse modelo de locação, saiba que no ZAP tem imóveis comerciais disponíveis para locação em todo o Brasil. Continue no nosso site para encontrar a propriedade perfeita para a sua empresa. 

Mais lidas

Leia Mais

Mais vistos

Mais lidas