Zap Móveis

O que é IGP-M e qual sua influência nos alugueis

o que é igp-m
Spread the love

Você sabe a relação do IGP-M com o seu contrato de aluguel? Ou como funciona o reajuste anual? Se a resposta foi não, saiba que você não está sozinho: 36% das pessoas com contrato vigente não sabem qual índice é utilizado no cálculo. 

Esse dado foi revelado na pesquisa “Tendências de Moradia: Locação”, realizada pelo DataZAP+, inteligência de dados do ZAP+, e chama a atenção para a importância de esclarecer o significado da sigla, assim como seu impacto nos seus gastos diários.

Ao longo deste conteúdo, vamos compartilhar um guia completo sobre o índice, desde sua representação no cenário econômico até sua influência no setor imobiliário. Boa leitura!

O que é o IGP-M?

IGP-M, ou Índice Geral de Preços do Mercado, trata-se de um indicador financeiro responsável por mensurar a variação de valores de um conjunto de serviços e de bens no mercado. 

Esse índice ajuda a medir a inflação e monitorar a flutuação dos preços, desde a produção até a venda ao consumidor final.

Quais componentes compõem o IGP-M?

componentes igp-m

O Índice Geral de Preços do Mercado é composto por outros três subíndices: IPC (Índice de Preços ao Consumidor), INCC (Índice Nacional de Custos da Construção) e IPA (Índice de Preços do Produtor Amplo).

Cada um deles representa um percentual no cálculo da variação de preços mensurada pelo índice, como veremos mais adiante neste conteúdo. 

Qual a diferença entre IGP-M e IPCA?

IPCA e IGP-M são dois índices econômicos muito importantes, mas a principal diferença está nos tipos de preços mensurados por cada um deles: no IPCA, o foco são os preços destinados apenas ao consumidor final

No caso do Índice Geral de Preços do Mercado, temos uma avaliação mais ampla, que engloba não apenas os preços aplicados para o consumidor final, mas também as variações de valores praticadas em todas as etapas produtivas

Qual é o valor do IGP-M hoje?

No mês de outubro de 2023, o Índice Geral de Preços do Mercado apresentou uma alta de 0,50%, o que confere uma taxa acumulada de -4,46% ao ano

Vale destacar que esse é o percentual válido para a data de publicação deste conteúdo, mas o indicador é dinâmico e acompanha as movimentações do mercado. Por isso, pode sofrer alterações a qualquer momento.

A taxa é atualizada mensalmente pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e pelo IBRE (Instituto Brasileiro de Economia), sempre nos últimos dias de cada mês. É possível conferir essa atualização no site da Fundação

Qual é a importância do IGP-M?

Por monitorar a variação de valores de diferentes bens e serviços, o índice serve como referência para diversos contratos financeiros, como mensalidades escolares, planos de saúde e aluguel.

Nesse contexto, a taxa desempenha um papel fundamental no cenário econômico do país, não apenas como medidor de inflação, mas também como base para diferentes cálculos. 

Como o IGP-M impacta os contratos de aluguel?

Além de funcionar como um medidor da inflação, o Índice Geral de Preços do Mercado também é um indexador de contrato e, por isso, tem impacto direto nos reajustes de aluguel imobiliário.

Isso acontece porque o índice está ligado à variação dos preços no mercado de maneira geral. Dessa forma, suas movimentações afetam a economia de maneira geral, incluindo contratos de bens e serviços.

De acordo com a pesquisa “Tendências de Moradia: Locação”, destacada logo no início deste conteúdo, um terço dos participantes afirmou ter um contrato de locação que utiliza esse índice como base para o reajuste. 

Por ser um dos indicadores mais comuns nesse tipo de transação é conhecido popularmente como “inflação do aluguel”.

IGP-M acumulado no mês e no ano

Para compreender o cálculo do Índice Geral de Preços, é importante saber que a taxa divulgada considera a variação referente ao acumulado no mês e ao acumulado do ano.

Confira a tabela do acumulado nos últimos 12 meses:

Mês Variação da taxaAcumulado nos últimos12 mesesAcumulado do ano
outubro/230,50%-4,57%-4,46
setembro/230,37%-5,97%-4,93%
agosto/23-0,14%-7,20%-5,28%
julho/23-0,72%-7,72%-5,15%
junho/23-1,93%-6,86%-4,46%
maio/23-1,84%-4,47%-2,58%
abril/23-0,95%-2,17%-0,75%
março/230,05%0,17%0,20%
fevereiro/23-0,06%1,86%0,15%
janeiro/230,21%3,79%0,21%
dezembro/220,45%5,45%5,45%
nov/22-0,56%5,90%4,98%
out/22-0,97%6,52%5,58%

Fonte: FGV/ IBRE

Como o IGP-M é calculado?

como calcular igp-m

O cálculo do índice é realizado pela FGV e considera diferentes fatores para chegar a um resultado que indique a variação média dos preços gerais do mercado. 

Como falamos anteriormente, existem subíndices que compõem esse indicador econômico, distribuídos em um percentual diferente na execução do cálculo. Entenda como cada um deles compõem a taxa:

  • IPC: o Índice de Preços ao Consumidor tem peso 30% e tem como foco monitorar as variações ligadas ao consumo geral da população, como transporte, alimentação e saúde;
  • IPA: o Índice de Preços ao Produtor Amplo tem peso 60% e considera a movimentação de preços do setor atacadista;
  • INCC: o Índice Nacional de Custo da Construção tem peso 10% e acompanha os valores relacionados ao setor de construção.

Por meio do IBRE, esses campos são avaliados e, a partir deles, obtém-se uma média ponderada, que é o índice geral de preços.

Além da divulgação mensal, a FGV também compartilha prévias das variações a cada 10 dias para facilitar o acompanhamento da taxa. 

Encontre seu imóvel para alugar no ZAP Imóveis

Informação é a chave para qualquer investimento e, quando pensamos em alugar um imóvel, isso torna-se ainda mais importante. 

Muito além de um investimento, isso é a busca por um lar para construir momentos inesquecíveis. 

Agora que você ampliou o seu conhecimento sobre o Índice Geral de Preços do Mercado e sabe como ele influencia no contrato de aluguel, já está mais equipado para tomar decisões informadas e encontrar o imóvel dos seus sonhos.

O ZAP Imóveis oferece uma plataforma intuitiva que facilita a busca por propriedades, proporcionando uma experiência única nesse momento de escolha. 

Conheça a plataforma do ZAP Imóveis para encontrar o seu novo lar

Perguntas frequentes sobre IGP-M

É possível substituir o IGP-M por outro índice de reajuste em contratos?

Em contratos, especialmente de aluguel, o Índice Geral de Preços do Mercado é o indexador mais comum, mas as partes envolvidas podem acordar a substituição para outro indicador como base de reajuste.

Nesses casos, é importante deixar a troca clara em contrato para oficializar a decisão.

Qual é a periodicidade de divulgação do IGP-M?

O Índice Geral de Preços do Mercado é publicado mensalmente pela FGV, sempre nos últimos dias de cada mês. A Fundação também apresenta uma prévia a cada 10 dias.

Há alguma previsão futura para o comportamento do IGP-M?

É possível obter previsões pelo monitoramento do indicador e por meio de análises econômicas, mas o cenário financeiro é dinâmico e, dessa forma, está sujeito a variações inesperadas. 

Qual a importância do IGP-M para investidores?

O índice é fundamental para investidores do mercado imobiliário e financeiro, sendo um grande aliado para entender as variações do cenário econômico e, com isso, tomar decisões informadas – o que pode contribuir para maximizar os retornos dos investimentos.

Mais lidas

Leia Mais

Mais vistos

Mais lidas